Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.
Pristina.org // Arte // As Esculturas de Sangue de Marc Quinn

As Esculturas de Sangue de Marc Quinn

  • Arte

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

A ideia dessa estranha série de esculturas é mostrar, documentar e preservar a forma natural de envelhecimento de uma pessoa. Além de simbolizar o alcoolismo do Marc Quinn e sua dependência física. Abaixo vocês podem ver mais imagens desse projeto artístico para lá de estranho.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Self is a self-portrait of the artist, but one that literally uses his body as material since the cast of Quinn’s head, immersed in frozen silicone, is created from ten pints of his own blood. In this way, the materiality of the sculpture has both a symbolic and real function.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

Para sua série de esculturas conhecida como Self, o artista Marc Quinn usa do seu próprio sangue para criar auto-retratos. O processo parece ser simples mas, mesmo assim é meio bizarro. Primeiro ele faz um molde da sua cabeça e mistura silicone com cerca de 5 litros do seu próprio sangue e pronto. Essa série de esculturas de sangue começou a ser feita em 1991 e, cada 5 anos, podemos esperar uma nova escultura.

As Estranhas Esculturas de Sangue de Marc Quinn

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.