Pristina.org - Everything Design since 2005

As Esculturas de Levi Van Veluw ArteFelipe Tofani on 06/04/2017

Como as esculturas de Levi Van Veluw questionam a realidade em que vivemos
Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

No seu trabalho, Levi Van Veluw gosta de explorar alguns conceitos da literatura e colocar alguns pontos da ciência, tecnologia e conhecimento em questão. Foi isso que ele fez em um dos seus trabalhos mais recentes, conhecido como O Monolito. Nesse trabalho, Levi Van Veluw criou um ambiente onde tudo precisa ser redefinido, onde o observador perde um pouco da sua noção de realidade ao ter seus sentidos estimulados em excesso. Dessa forma, os visitantes dessa instalação se tornam estranhos em um ambiente, ao mesmo tempo que eles são convidados a fazer parte do mesmo.
Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

O aspecto que Levi Van Veluw parece ser mais interessado é o lado psicológico da arte. Ao usar formas geométricas difíceis de reconhecer por todos os locais, a ideia é dissociar o observador daquilo que ele esperava ver. Um cubo perfeito nunca é perfeito como você esperaria ver. Dentro dele, um universo inteiro anda sendo construído. O Monolito é a fonte de uma nova realidade.

Conheci o trabalho de Levi Van Veluw há alguns anos e até publiquei um de seus vídeos por aqui em 2008. No início de sua carreira, eles trabalhava com pequenas esculturas que usavam muito de madeira. E de objetos que você não esperaria ver em esculturas. Hoje em dia, ele passou a explorar mais ambientes e instalações já que esse foi o caminho para onde sua arte evoluiu.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Desde muito jovem, o artista Levi Van Veluw é fascinado pelas coisas que vivem melhor no teoricamente possível mas que são bem difíceis de imaginar. Um mundo de fantasia onde as leis da natureza são diferentes daquelas que vemos ao nosso redor e onde as leis da física são outras. É isso que vive passando pela mente desse artista que, há cerca de dez anos, se encontrou apaixonado pelas obras de ficção científica de mestres como Isaac Asimov e Aldous Huxley.

Pessoalmente, gosto muito do que ele anda produzindo e aguardo ainda mais trabalhos fenomenais como aqueles que selecionei por aqui. Ah, outro ponto que eu gosto muito no trabalho desse artista é como parece que estou observando o mundo que existia nos videos do Tool nos anos noventa, como em Prison Sex.

Como as esculturas de Levi Van Veluw questionam a realidade em que vivemos

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , , ,