Pristina.org - Everything Design since 2005

As Pinturas Monocromáticas de Tom French ArteFelipe Tofani on 28/01/2018

Usando de uma estética monocromática para discutir filosofia
Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Acredito que Tom French pensa de forma similar a essa filosofia. Sua forma de expressar as dualidades do físico e do metafísico podem ser vistas na forma com a qual ele explora imagens duplicadas em suas pinturas. Na arte de Tom French, rostos, crânios e outras figuras se repetem e vão sendo posicionadas de uma forma que me lembrou os testes de psicométricos de Rorschach. Tudo isso potencializado pela paleta de cores monocromática e os traços que servem de conexão a tudo isso.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

“Each scene is a snapshot of a story, with a dynamic between the characters working on various levels, which ties into the bigger picture; there’s much more to these images than illusion alone.” – Tom French

As investigações visuais de Tom French podem ser vistas como sua tentativa de entender o fluxo de emoções humanas e uma forma de refletir sobre si mesmo. Acredito até que a escolha de cores tem algo a ver com isso. Nesse caso, a falta de cores. Afinal, essa simplicidade estética pode ser vista como uma forma de criar uma narrativa sem distrações.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Tom French é um artista britânico famoso pelo poder visual e pela estética monocromática de suas pinturas que parecem tentar se conectar com nosso subconsciente. Digo isso porque as pinturas desse artista parecem querer fazer um discurso visual com o Dualismo, a corrente filosófica que afirma que a mente e o cérebro não são a mesma coisa. Essa filosofia enxerga o cérebro como o local do intelecto e a mente como o local da consciência.

Para saber mais sobre o trabalho de pintura de Tom French, você só precisa clicar no link abaixo.

As Pinturas Monocromáticas de Tom French

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , ,