Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.
Pristina.org // Fotografia // As Pontes de Seul nas fotografias de Manuel Alvarez Diestro

As Pontes de Seul nas fotografias de Manuel Alvarez Diestro

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Todas as imagens que Manuel Alvarez Diestro fez seguem a mesma estética. Sua câmera aponta para frente, posicionado no meio da ponte, entre as colunas de concreto e mostrando um pouco do rio Han como base da foto. Assim, as colunas dessas pontes de Seul se repetem ao infinito, criando uma geometria surreal que parece uma ilusão de ótica.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Manuel Alvarez Diestro começou com essa série de fotografias em janeiro, logo após mudar da Inglaterra para a Coreia do Sul. Ele costumava pedalar paralelo ao rio Han e começou a perceber uma estética interessante nessas pontes que conectam a cidade. Principalmente pela forma com a qual as colunas de concreto criam perspectivas diferentes quando capturadas perto da água.

Após apreciar essas pontes de Seul pela primeira vez, Manuel Alvarez Diestro passou os próximos seis meses pedalando e seguindo o rio Han para fotografar e documentar todas as pontes que conectam os dos lados da cidade.

Gostei de ver como que a visão da cidade em que moramos acaba sendo alterada quando passamos a vê-la de uma forma diferente, em uma velocidade mais lenta. Algumas vezes, os lugares familiares mudam de ótica quando vemos o que nos cerca com outros olhares.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Quando você visita Seul, a capital da Coreia do Sul, você se depara com 27 pontes massivas que cruzam o rio Han. Cada uma dessas pontes de Seul tem um visual único, especial e muitos turistas gostam de fotografá-las e foi isso que Manuel Alvarez Diestro fez também. Mas ele fez isso de um ângulo um pouco menos tradicional e resolveu documentar todas essas pontes por baixo, mostrando o rio e o concreto de um jeito especial.

Descobri o trabalho de Manuel Alvarez Diestro após assistir ao filme The Host no Mubi. Resolvi criar um poster alternativo para o filme e comecei a pesquisar referências visuais para meu trabalho e foi assim que cheguei nas pontes de Seul que ele documentou. E, quando me peguei analisando a geometria e as texturas do concreto, sabia precisar publicar essas imagens por aqui.

Manuel Alvarez Diestro é um fotógrafo e cineasta espanhol nascido em Santander. Já publiquei algumas fotos dele aqui anteriormente, em 2013, em uma série de fotos que foram chamadas de Playgrounds of the World. Seu portfólio pode ser visto aqui e suas imagens das pontes que cruzam o rio Han podem ser vistas logo abaixo.

As Pontes de Seul nas fotografias de Manuel Alvarez Diestro

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.