Pristina.org - Everything Design since 2005

As Ilustrações e a Arte de Robert Beatty IlustraçãoFelipe Tofani on 16/12/2016

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

Robert Beatty aprendeu a fazer seu trabalho sozinho, sendo auto-didata em todas as formas possíveis e imagináveis. Ele terminou o equivalente ao segundo grau e foi perseguir seu sonho de trabalhar com música. Enquanto isso, ele continuava desenhando da mesma forma que fazia desde criança. Para ele, sua carreira artística é apenas uma extensão do seu perpétuo interesse em continuar aprendendo sobre as coisas que chamam sua atenção.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

Ninguém vai ficar surpreso ao ler que as ilustrações das décadas de 60 e 70 são aquelas que mais marcaram Robert Beatty. As capas de discos dessas décadas são as maiores influências que ele tem e ele tenta continuar com as tradições gráficas dessa época ao fazer tudo da mesma forma.

Suas ilustrações sempre começam a mão e só chegam ao computador quando estão finalizadas. Ou praticamente lá. Além disso, Robert Beatty quase não faz rascunhos. As imagens que você pode ver aqui são, essencialmente, as primeiras que ele criou para aquele trabalho. Ele prefere trabalhar dessa forma do que enviar rascunhos que acabam se misturando e se transformando em algo que ele, não necessariamente, gostaria de criar.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

A carreira de Robert Beatty começou de uma forma um pouco diferente. Antes de se tornar o designer gráfico, artista visual e músico que é hoje em dia, ele trabalhou renovando e reformando casas e até foi servente em um posto de gasolina em Kentucky, nos Estados Unidos. Por isso mesmo que, até hoje, ele reage de forma um pouco surpresa com a atenção que seu trabalho anda recebendo nos últimos anos.

Já publiquei o portfólio de ilustração, design e arte de Robert Beatty aqui anteriormente. Mas é sempre bom ver o que ele anda produzindo e publicando por ai não é? Além disso, você pode sempre acompanhar o que ele anda publicando nas suas redes sociais como instagram, twitter e tumblr. Para finalizar, ainda tem uma ótima entrevista que ele deu para a Aiga que acabou se tornando uma das melhores fontes de informação sobre ele que eu já vi.

As Ilustrações e a Arte de Robert Beatty

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , , ,