Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.
Pristina.org // Ilustração // As Ilustrações de Tom Haugomat

As Ilustrações de Tom Haugomat

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

E o trabalho ilustrado de Tom Haugomat continua magistral. A forma com a qual ele usa de seus vetores para contar histórias deixaria muita gente morrendo de inveja e você pode entender o porquê disso tudo logo abaixo.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

I’m Tom Haugomat, an illustrator based in Paris, France. My works have been shown in publications like XXI, Le Monde and many others… I also work as an animated film director with Bruno Mangyoku.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

Tom Haugomat mora em Paris e trabalha como ilustrador, criando obras que usam e abusam do espaço negativo para visualizar elementos de um jeito um pouco diferente. Foi assim que eu tentei descrever o trabalho dele na primeira vez que publiquei seu portfólio por aqui.

De Paris para o Mundo, o trabalho do ilustrador Tom Haugomat

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.