Pristina.org - Everything Design since 2005

A Coleção Kintsugi criada por Marcantonio ProdutoFelipe Tofani on 29/01/2018

Uma coleção de louças que usa da estética japonesa do reparo com ouro para se diferenciar
No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

Na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti, o designer italiano Marcantonio trabalha com o reparo e o transforma em um charme estético. Aqui, pedaços de porcelana quebrados são colados de volta utilizando de um brilhante ouro de 24 quilates que cria formas e cores diferentes com um visual bem particular. Essa coleção Kintsugi é elegante e contemporânea, de um jeito quase clássico. Mas, devido a suas peculiaridades visuais, acaba se tornando algo novo e bem disruptivo. Algo que é típico da Seletti e que você pode ver melhor nas fotos que selecionei logo abaixo.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

O trabalho de Marcantonio foi lançado na Maison et Objet, com um certo destaque no stand da Seletti. Essa coleção vem com pratos, bandejas, canecas e cumbucas. Todos eles vem com um visual que mistura estéticas diferentes e são unidas pelos reparos feitos a ouro. Algo que tem um visual bem especial mas, creio que, muita gente pode achar um pouco demais. Acho que, por isso mesmo, acabei gostando do risco que essa marca tomou ao apresentar uma nova forma de trabalhar com o design de louças.

Marcantonio Raimondi Malerba é um designer italiano, nascido em Massalombarda em 1976. Ele estudou Belas Artes na faculdade e, logo depois de formar, foi trabalhar com cenários no teatro e com trabalhos arquitetônicos. Ao mesmo tempo, ele começou a explorar a criação de objetos de design. Com o passar dos anos, essas duas carreiras foram se juntando e hoje ele usa de sua arte para criar objetos de design como a coleção Kintsugi que você pode ver aqui.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

No mundo de hoje, onde tudo é muito rápido e voltado para um consumo quase descartável, se alguma coisa quebra, você pega os pedaços e joga tudo fora. O Kintsugi é exatamente o oposto disso e já existe há vários anos. Essa tradição japonesa usa de pedaços de ouro para restaurar louças quebradas e as transforma em algo mai valioso através desses reparos. A ideia aqui é permitir que a beleza da imperfeição seja vista e, ao mesmo tempo, honrar a história de um objeto. Foi isso que o designer italiano Marcantonio tinha em mente quando começou a trabalhar na sua coleção Kintsugi para a marca Seletti.

A Coleção Kintsugi criada por Marcantonio para a Seletti

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , , , , , ,