O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.
Pristina.org // Tecnologia e Internet // Ralf Baecker: Misturando Arte, Tecnologia e Ciência

Ralf Baecker: Misturando Arte, Tecnologia e Ciência

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

Conheci o trabalho de Ralf Baecker durante sua palestra chamada Matter Matters no Retune 2018, um evento que mistura arte, design e tecnologia aqui em Berlim. Nessa palestra, ele falou sobre a origem do mundo digital e como artistas e designers estão tentando voltar a um mundo físico, onde o material responsável pela arte seja tangível. E a conversa foi tão interessante que resolvi pesquisar mais do seu trabalho e publicar algo sobre ele aqui.

Entre seus trabalhos, eu gostei mais do que ele chamou de Random Access Memory onde uma máquina tenta reorganizar pequenas pedras de uma forma diferente. Mirage também é bem interessante e pode ser descrito como uma paisagem sintetizada baseada na sua percepção visual. É complicado de explicar mas você pode ver como tudo funciona no vídeo abaixo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

Ralf Baecker (*1977 Düseseldorf, Germany) is an artist working at the interface of art, science and technology. Through installations and machines, Baecker explores fundamental mechanisms of new media and technologies. In his representations and specializations of digital and technological processes he offers a poetic sight behind the surfaces of contemporary image making. At the core of his objects lies the entanglement of the virtual with the real, or rather, with the world. With a media-archaeological outlook, Ralf Baecker digs within obsolete devices for traces and functions that are still detectable in technologies today. His work seeks to form a hybrid between contemporary digital methods and a pre-enlightenment form of thinking. As a result, he understands technology not as a tool but rather as an epistemological instrument, in order to pose elemental questions about a world perceived through technological impressions.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

O artista alemão Ralf Baecker trabalha na interseção entre a ciência, a tecnologia e a arte. Suas obras são instalações e máquinas que exploram os mecanismos essenciais do que seriam os efeitos e as ações da tecnologia e as novas mídias. No centro dos objetos criados pelo artista está o emaranhamento do virtual com o real, ou melhor, com o mundo.

Com uma visão arqueológica de mídia, Ralf Baecker insere dispositivos obsoletos para rastreamentos e funções que ainda são detectáveis em tecnologias atuais. Desde 2016, ele leciona na Universidade de Artes de Bremen como professor de Design Experimental de Novas Tecnologias.

Ralf Baecker: Misturando Arte, Tecnologia e Ciência

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.