Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?
Pristina.org // Tipografia // Os Glifos Aleatórios de Kiros Chu

Os Glifos Aleatórios de Kiros Chu

Depois de um longo dia de trabalho como freelancer em Toronto, o designer gráfico Kiros Chu resolve parar com seus trabalhos oficiais e começa a fazer seus projetos pessoais. Ele faz isso com a ideia de exercitar alguns músculos criativos diferentes e eu entendo isso muito bem já que faço a mesma coisa no meu dia a dia aqui em Berlim.

Entre todos os projetos experimentais e aleatórios, como ele os descreve em seu portfólio, o que mais chamou a minha atenção foi o que ele resolveu chamar de Random Glyphs e que eu traduzi diretamente como glifos aleatórios. Aqui ele experimenta com a tipografia e cria letras com um visual bem diferente onde a experimentação é a única direção viável.

Depois de um longo dia de trabalho como freelancer em Toronto, o designer gráfico Kiros Chu resolve parar com seus trabalhos oficiais e começa a fazer seus projetos pessoais. Ele faz isso com a ideia de exercitar alguns músculos criativos diferentes e eu entendo isso muito bem já que faço a mesma coisa no meu dia a dia aqui em Berlim.

Depois de um longo dia de trabalho como freelancer em Toronto, o designer gráfico Kiros Chu resolve parar com seus trabalhos oficiais e começa a fazer seus projetos pessoais. Ele faz isso com a ideia de exercitar alguns músculos criativos diferentes e eu entendo isso muito bem já que faço a mesma coisa no meu dia a dia aqui em Berlim.

Depois de um longo dia de trabalho como freelancer em Toronto, o designer gráfico Kiros Chu resolve parar com seus trabalhos oficiais e começa a fazer seus projetos pessoais. Ele faz isso com a ideia de exercitar alguns músculos criativos diferentes e eu entendo isso muito bem já que faço a mesma coisa no meu dia a dia aqui em Berlim.

Depois de um longo dia de trabalho como freelancer em Toronto, o designer gráfico Kiros Chu resolve parar com seus trabalhos oficiais e começa a fazer seus projetos pessoais. Ele faz isso com a ideia de exercitar alguns músculos criativos diferentes e eu entendo isso muito bem já que faço a mesma coisa no meu dia a dia aqui em Berlim.

Esse projeto parece ter surgido como um subproduto do que ele fez para seus 36 dias de tipografia. Parece que o designer estava explorando o visual de uma letra e começou a seguir para uma direção mais ilustrativa. Depois de alguns momentos, ele entendeu que o que ele estava fazendo já não combinava mais com o que ele tinha e que o inesperado ali merecia se tornar outra coisa. Foi assim que o Random Glyphs virou um projeto por si só.

A partir dessa decisão de transformar o Random Glyphs em algo especial, ele começou a desenhar diferentes letras, tudo sem limites definidos e explorando um lado realmente experimental. Dessa forma, ele se tornou o designer, o cliente e o público final em simultâneo, e, também, esse lado do projeto serviu muito como um aprendizado para ele.

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu acredita que o Random Glyphs fez com que ele passasse a enxergar a tipografia e as letras de uma forma diferente. Algo que ele acredita que vai levar seus projetos visuais para um nível diferente de sofisticação. Além disso, ele ainda tem vários glifos que não foram finalizados e que merecem ser melhor explorados num futuro próximo. Quem sabe eles não se tornam parte de um projeto para clientes?

Kiros Chu é um designer gráfico freelancer baseado em Toronto, no Canadá. Seu trabalho de design é voltado para identidades visuais, posters e tipografia. Para saber mais sobre seu trabalho, você precisa visitar seu portfólio. Além disso, dá para ver ainda mais dos seus Random Glyphs no link abaixo.

Os Glifos Aleatórios de Kiros Chu

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.