Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.
Pristina.org // Tipografia // Google Noto: Uma Fonte para o Mundo

Google Noto: Uma Fonte para o Mundo

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Esse projeto tipográfico anda sendo considerado a maior família tipográfica da história. Afinal, criar um sistema que possa unificar mais de 100 sistemas de escrita, 800 línguas diferentes e centenas de milhares de caracteres diferentes, não é nada simples. Afinal, muitas dessas línguas vem com caracteres que nunca haviam sido digitalizados anteriormente. Saindo direto de marcas na pedra e documentos antigos, direto para a tela do seu computador.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Depois de entender todos os motivos por trás desse projeto, você pode estar pensando sobre esse nome Noto. O nome surgiu do briefing inicial do Google quando o projeto começou com a Monotype. Eles não queriam mais o que o pessoal do Google chamava de tofu. Nunca tinha ouvido falar desse nome antes então acabei aprendendo que aquela caixinha vazia que aparece quando não se tem um caractere tem nome. Foi de no more tofu que o nome Noto surgiu e agora tudo ficou mais claro.

O desafio do Google e do Monotype aqui era o de criar uma forma de mostrar todas as 800 línguas que existe no Padrão do Unicode Consortium para internacionalização de software. Nesse padrão, existem algumas línguas que muitos consideram mortas e outras que tem pouquíssimas pessoas que as usam no dia a dia. Mesmo assim, elas fazem parte da Google Noto. Para cada língua, a Noto inclui uma letra em vários estilos, com ou sem serifa e em até oito pesos diferentes, incluindo ai números, emojis, símbolos e até notas musicais. Sim, é sério isso.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

O projeto Google Noto envolveu centenas de pesquisadores, designers, especialistas em cultura, linguistas e gerentes de projeto através do mundo. Para os caracteres tibetanos, monges foram usados para auxiliar no projeto. Para aqueles que falam a lingua Fulani, do Oeste Africano, agora eles tem a primeira versão digital do alfabeto dessa língua.

Google Noto é uma fonte open source, licenciada no Open Font License. Isso significa que designers e desenvolvedores podem contribuir para o projeto. Você pode fazer o download da Google Noto, gratuitamente, direto aqui. E, para saber mais do projeto, clique no link logo abaixo.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto é o resultado de um projeto tipográfico que demorou cinco anos para chegar a sua conclusão. Porém, com a ajuda do Google e do Monotype, hoje temos uma família tipográfica que pode mostrar mais de 800 línguas escritas de uma forma uniforme e com todos aqueles caracteres que sempre ficam de fora de outras fontes.

Google Noto: Uma Fonte para o Mundo

E se você anda procurando por mais fontes gratuitas, clique aqui para ver outros posts tipográficos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.