Pristina.org - Everything Design since 2005

Sincerity Machine: Datilografia em Comic Sans TipografiaFelipe Tofani on 20/10/2014

Uma máquina de escrever em Comic Sans? É isso mesmo?

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia.

Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

As part of my ongoing thesis of questioning how we create, consume, store (and fetishize) media, it’s my wish that a classic, functioning typewriter altered to write in the most popularly despised font of modern times will provoke thoughts about such media concerns.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Sincerity Machine é o nome que essa máquina de escrever que datilografa em Comic Sans acabou recebendo. Sim, uma máquina de escrever em Comic Sans. Criação de Jesse England como parte de uma tese sobre como consumimos, criamos e guardamos mídia. Mas, como que ele fez isso? Pelo que eu entendi, ele usou uma máquina de laser engraving para criar todo o alfabeto da Comic Sans em acrílico. Depois disso, colou essas pequenas placas tipográficas numa máquina de escrever modelo Brother Charger 11 e pronto. Dá para ver como ela funciona no vídeo abaixo.

Acho interessante como que esse projeto foi desenvolvido e como que desenvolvemos um certo ódio tipográfico sem embasamento. Apenas pela repetição midiática. Não que eu esteja defendendo a Comic Sans mas tem coisas piores por ai, como a Papyrus.

Sincerity Machine: Datilografia em Comic Sans — Uma máquina de escrever em Comic Sans? É isso mesmo?

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , ,