Skip to content
Pristina.org // australia

australia

A Sydney Sake Society é uma organização cujo objetivo é a de superar esse fosso que existe entre a cultura de sake e a vibrante cena gastronômica de Sydney, na Austrália. Para ajudar a resolver esse problema, o designer Kevin Teh desenvolveu uma identidade visual que representasse uma imagem japonesa moderna, amida do Ocidente e que não viesse carregada com todos os clichês orientais que já conhecemos.

Criando a Identidade Visual da Sydney Sake Society com Kevin Teh

A Sydney Sake Society é uma organização cujo objetivo é a de superar esse fosso que existe entre a cultura de sake e a vibrante cena gastronômica de Sydney, na Austrália. Para ajudar a resolver esse problema, o designer Kevin Teh desenvolveu uma identidade visual que representasse uma imagem japonesa moderna, amida do Ocidente e que não viesse carregada com todos os clichês orientais que já conhecemos.

Read More »Criando a Identidade Visual da Sydney Sake Society com Kevin Teh

A Petbarn existe na Austrália desde o final dos anos setenta e se tornou um dos líderes de venda no mercado de animais de estimação por lá. São mais de 140 lojas pelo país que oeferecem brinquedos, comida, suplementos, acessórios e tudo mais que você possa precisar para seu gato, cachorro, pássaro, réptil ou sei lá o que você pode ter.

Petbarn da Austrália: Como a Landor criou a nova identidade visual da marca

A Petbarn existe na Austrália desde o final dos anos setenta e se tornou um dos líderes de venda no mercado de animais de estimação por lá. São mais de 140 lojas pelo país que oferecem brinquedos, comida, suplementos, acessórios e tudo mais que você possa precisar para seu gato, cachorro, pássaro, réptil ou sei lá o que você pode ter.

Read More »Petbarn da Austrália: Como a Landor criou a nova identidade visual da marca

Mass é um estudo sobre a nossa própria mortalidade e parece ser uma ótima extensão ao trabalho hiper realista de Ron Mueck. Nessa instalação de tamanho gigante, a estrutura biológica dos crânios parece remover qualquer traço de humanidade do local. Para mim, é como andar pelas Catacumbas de Paris onde as paredes são feitas de crânios humanos reais. Acredito que esse contato extremo com nossos próprios ossos acabam causando uma sensação de impermanência e de eternidade.

Os Crânios Gigantes que Ron Mueck deixou pela Trienal da Galeria Nacional de Victoria, na Austrália

  • Arte

Começando em dezembro de 2017, a Trienal da Galeria Nacional de Victoria vai abrir suas portas para mais de 100 criativos de 32 diferentes países. Entre esses artistas, arquitetos, designers, animadores, o destaque parece ser para Ron Mueck e seu trabalho de escultura hiper realista. Lá ele está apresentando seu maior trabalho, chamado de Mass, essa instalação vem com 100 crânios humanos gigantes que se acumulam no chão da galeria e parecem mudar um pouco da arquitetura do local.

Read More »Os Crânios Gigantes que Ron Mueck deixou pela Trienal da Galeria Nacional de Victoria, na Austrália