Skip to content
Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.
Pristina.org // Arte // Fazendo arte com madeira em Found Wood de Oliver Chalk

Fazendo arte com madeira em Found Wood de Oliver Chalk

Quando saiu da escola, Oliver Chalk se matriculou numa instituição de design e arte no sudeste da Inglaterra e esse foi um dos momentos chave na sua carreira. Afinal, essa experiência abriu inúmeras avenidas criativas para ele.

Foi assim que ele se encontrou na arte como forma de se expressar.

Quando saiu da escola, Oliver Chalk se matriculou numa instituição de design e arte no sudeste da Inglaterra e esse foi um dos momentos chave na sua carreira. Afinal, essa experiência abriu inúmeras avenidas criativas para ele.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Até o início de 2020, Oliver Chalk explorava as possibilidades criativas dos tecidos quando usados em instalações de grande escala. Tudo isso sendo explorado através da simetria. Ele costurava milhares de peças com a finalidade de dar luz a sua visão artística. Esse foi seu foco por mais de uma década.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Entre os seus trabalhos, é interessante para mim, observar como o artista usa de forma, textura e processo em seus objetos para evidenciar o processo de criação. Afinal, muitas vezes, ele usa dos limites físicos da madeira para criar os seus objetos. Adicionando as falhas do material como elemento visual da sua arte.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Com o Found Wood, o processo foi um pouco diferente. O seu interesse em texturas e espaços negativos expandiu-se para novos materiais. De uma forma mais natural e, por assim dizer, sustentável. E foi assim que Oliver Chalk encontrou a madeira como material artístico.

Se você gostou dos objetos e da arte em madeira de Oliver Chalk, você precisa explorar seu portfólio, direto no link abaixo. Além disso, ele mantem perfis nas redes sociais, como Instagram e Facebook, onde você pode ver mais dos seus trabalhos.

Fazendo arte com madeira em Found Wood de Oliver Chalk

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.