Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Pristina.org // Arte // As Esculturas de Romain Langlois

As Esculturas de Romain Langlois

  • Arte

Quando você se depara com o trabalho de esculturas do francês Romain Langlois, fica difícil entender o que ele realmente está fazendo. Afinal, ele usa de elementos naturais para questionar e alterar a percepção que temos da vida e dos objetos que nos cercam. E ele faz isso com tamanha maestria que me deixou um pouco confuso em relação ao que ele realmente faz.

Romain Langlois é um artista contemporâneo autodidata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.

Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.
Romain Langlois é um artista contemporâneo auto-didata baseado em La Côte Martin, na França. É de lá que ele trabalha com esculturas que manipulam os elementos naturais. Esculturas essas que usam do bronze para questionar e alterar a percepção que temos da vida, da morte e do mundo ao nosso redor. O artista usado de métodos complexos para controlar a petrificação rápida e a cristalização de madeira e outros materiais e é assim que ele acaba alterando a forma com a qual vemos as coisas.

Se você gostou do trabalho de esculturas do francês Romain Langlois, aproveite para ver mais da sua arte no link logo abaixo.

Usando da petrificação para criar esculturas com Romain Langlois

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.