As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.
Pristina.org // Fotografia // As Aventuras Fotográficas de Amanda Leigh Smith pelo lado rural dos Estados Unidos

As Aventuras Fotográficas de Amanda Leigh Smith pelo lado rural dos Estados Unidos

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

De acordo com uma entrevista que ela deu, seus clientes adoram suas sessões de fotos devido ao nível baixíssimo de stress que existe por lá. Amanda Leigh Smith mantém tudo de forma simples, fotografando sempre em filme e com uma câmera 35mm SLR. Nada de trabalhos digitais, ela acredita nos seus olhos e no seu instinto e por isso acaba se focando mais na experiência do que no lado técnico da fotografia.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

Junto com seu marido, Amanda Leigh Smith já explorou as estradas dos Estados Unidos. Recentemente, eles dirigiram mais de 16 mil quilômetros em motocicletas pela América do Sul. E eles não querem mais parar. Atualmente, eles estão construindo uma casa móvel que possa ser levada em qualquer direção que eles queiram. Desse jeito eles podem viver a vida que eles imaginal e ir em direção ao seus sonhos.

Amanda Leigh Smith nasceu na cidade de Cypress, no estado do Texas, mas, hoje em dia, ela mora e trabalha em Portland, no Oregon. Seu trabalho editorial é voltado para criar ensaios nostálgicos e campanhas para marcas de lifestyle, outdoor e moda.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

As imagens criadas por Amanda Leigh Smith me levam para uma época que não existe mais. Uma época que parece mais com os anos de rebeldia que foram capturados em filmes como Easy Rider do que com qualquer coisa que vejo por ai nos dias de hoje. Porém, as fotografias que você pode ver aqui foram criadas por uma fotógrafa de menos de 30 anos que não havia nascido nessa época. Mas isso não faz diferença alguma.

Se você gostou das fotografias de Amanda Leigh Smith aqui, você precisa dar uma olhada no seu portfólio no link abaixo. Além disso, ainda temos seu perfil do Instagram.

As Aventuras Fotográficas de Amanda Leigh Smith pelo lado rural dos Estados Unidos

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.