Skip to content
Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.
Pristina.org // Fotografia // Observando Tóquio através da fotografia de Liam Wong

Observando Tóquio através da fotografia de Liam Wong

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Quando você começa a observar o trabalho de fotografia de Liam Wong, você parece entrar num novo universo. Por mais que as suas fotos sejam de lugares reais e estão presas no aqui e agora, a forma com a qual ele toma de algumas liberdades artísticas leva as suas imagens para fora da realidade.

Liam Wong nunca teve oportunidades para viajar quando criança e foi só quando ele terminou a faculdade e mudou para Montreal, no Canadá, que um mundo novo se abriu para ele. Quando ele começou a trabalhar na Ubisoft, recebeu a missão de ir a Tóquio a trabalho e, imediatamente, sabia precisar voltar lá.

Fotografia fazia parte da vida de Liam Wong, mas de uma forma secundária. Tudo mudou quando ele comprou uma câmera DSLR e passou a pedir ajuda dos seus colegas de trabalho em relação ao que ele poderia fazer com ela. Algumas vezes, ele passava o horário de almoço andando por aí, documentando o que via.

Após finalizar um jogo na Ubisoft, Liam Wong resolveu abandonar o seu emprego e focar na fotografia de um jeito que ele nunca havia feito antes. Alguns meses no Japão deram-lhe um arsenal de fotografias para fazer algo mais…

E, no início de 2022, Liam Wong acabou lançando seu primeiro livro de fotos, chamado de TO:KY:OO. E essa também marcou a sua primeira vez trabalhando com material impresso. O que gerou alguns problemas já que a forma com a qual ele editava as suas fotos para a internet não encaixou bem com a produção do livro. Apesar desses pequenos problemas, Liam Wong acredita que as possibilidades da mídia impressa são empolgantes.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Grande parte do seu portfólio fotográfico apresenta uma Tóquio depois da meia-noite, um horário especial para as ruas da capital do Japão. É aqui que Liam Wong brilha som seu domínio sobre as cores e as imagens de sinalização e luzes da cidade.

Hoje em dia, a fotografia tomou a vida dele por completo e ele não sai de casa sem uma câmera nas mãos. E você pode ver isso muito bem nos seus perfis nas redes sociais como Instagram e Twitter.

Observando Tóquio através da fotografia de Liam Wong

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.