Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.
Pristina.org // Fotografia // Post Mortem do fotógrafo Patrik Budenz

Post Mortem do fotógrafo Patrik Budenz

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Para colocar essa sua ideia em prática, o fotógrafo alemão precisou convencer o Instituto de Medicina Legal de Berlin para conseguir acesso. Depois que ele conseguiu a aprovação do instituto, foram anos e mais anos ao redor de cadáveres. Foi assim que surgiu Post Mortem, seu segundo livro de fotografias, cujo foco é tudo que onde o corpo humano visita depois de morto – crematórios, casas de funeral e outros locais.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

post mortem accompanies the dead body on its last journey from cold rooms, storages, pathology, taxidermy, scientific collections, morticians, crematories and cemeteries, revealing what is hidden to modern society.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

Se você já assistiu alguns dos programas no estilo de CSI, já deve ter se perguntando se é daquele jeito que as coisas funcionam. Acredito que isso deve ter passado pela cabeça do fotógrafo Patrik Budenz e foi por isso que ele começou com sua série Post Mortem.

O que mais me chamou a atenção no trabalho de Patrik Budenz é como ele retrata esse tema tão delicado. Em suas fotos você consegue enxergar uma aceitação de morte quase calma. Mas ainda existe um desconforto ali. Um desconforto que existe ao ver crânios sendo serrados e sorrisos que ainda existem em corpos sem vida. É estranho prestar atenção nas fotos abaixo sem entrar em um estado semi meditativo. Pensando em todo mundo que passou pela nossa vida e o que aconteceu com eles depois de morrerem.

Em Post Mortem, Patrik Budenz tenta ser o mais realista possível mesmo sabendo da reação sensível que as pessoas tem a seu trabalho de fotografia. Com isso, a reação do público a seu livro tem sido, geralmente, positiva. Algumas pessoas demoram para tomar coragem de abrir o livro mas, em geral, a curiosidade ganha do medo. Post Mortem pode ser adquirido no 25books por 36EUR.

Post Mortem do fotógrafo alemão Patrik Budenz

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

via

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.