Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.
Pristina.org // Arte // As colagens de Frank Moth mostram um futuro familiar e distante

As colagens de Frank Moth mostram um futuro familiar e distante

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Sou um grande da estética de colagens, sejam elas digitais ou feitas de forma mais tradicional. E o trabalho de Frank Moth me chamou muita atenção pela forma com a qual suas composições são quase sempre centradas em um elemento humano. Essa presença humana está óbvia nas imagens criadas, mas ela sempre aparece de forma incompleta. Como se ela estivesse ali, enquanto não está.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Me lembra um pouco uma visão distanciada, como se a pessoa está observando as imagens a distância. Ela consegue visualizar o elemento geral, mas não consegue capturar os detalhes de forma correta. Essa perspectiva pode até adicionar um elemento onírico para isso tudo. Algo que, dependendo da imagem de Frank Moth, faz muito sentido devido a seu lado mais fantástico.

Outro ponto que achei interessante nas imagens de Frank Moth é a forma com a qual é trabalhando uma harmonia entre o ser humano e seu entorno. Como se os elementos imaginários que os cercam podem ser combinados de forma harmônica, mesmo que imaginária. Assim, aparecem cores, formas geométricas, palavras. Tudo isso para adicionar um peso visual no que o artista cria.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth cria imagens nostálgicas que me remetem a um futuro distante. Um futuro que, em simultâneo, me parece familiar e inalcançável. E ele faz isso através de colagens e composições digitais que são apresentadas com uma palheta de cores bem distinta, de forma com que seu trabalho seja facilmente reconhecível.

Frank Moth nasceu em Atenas, na Grécia, em 2014. Esse nome existe como artista e como um pseudônimo de duas pessoas que se escondem por trás de um nome.

Para saber mais sobre seu trabalho, você só precisa clicar no link abaixo. Além de seu portfólio, você precisa dar uma olhada no material que é publicado em suas redes sociais como Instagram, Twitter e Tumblr. Além de suas lojas online, claro.

Frank Moth: Sua Arte e Colagens direto da Grécia

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

1 thought on “As colagens de Frank Moth mostram um futuro familiar e distante”

  1. Pingback: As Colagens de Estética Vintage de Shane Wheatcroft via @pristinaorg

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.