Pristina.org - Everything Design since 2005

Visitando os Murais de Dark por Berlim Publicidade, Street ArtFelipe Tofani on 07/07/2020

Os quatro murais de Dark pela capital da Alemanha
O segundo mural que fui ver fica do lado da famosa East Side Gallery e foi feito por Dale Lendl Romero. A imagem aqui mostra uma Martha dividida no meio, uma clara analogia a separação de mundos que acontece no final da segunda temporada. Visualmente falando, esse é um dos meus trabalhos favoritos já que a linha de ilustração é bem legal, as cores ficaram ótimas e eu usaria uma camiseta com esse desenho sem muitos problemas.

Com a intenção de promover ainda mais a terceira e última temporada de Dark, a Netflix resolveu lançar uma campanha online para a criação de uma série de murais pela capital da Alemanha. A ideia era pegar a arte de alguns fãs e colocar alguns murais de Dark por Berlim e o resultado final ficou mais interessante do que eu esperava.

Se você não tema acesso a Netflix e não tem ideia do que seja Dark, vou tentar explicar um pouco o que que essa série alemã é. O que vai ser um pouco difícil já que Dark é uma história meio épica onde quatro famílias estão envolvidas em um mistério que inclui viagens no tempo e o fim do mundo. É a primeira série do Netflix feita na Alemanha e foi um sucesso de público e crítica. Pessoalmente, eu acho bem interessante e acredito que todo mundo deveria explorar um pouco o mundo da cidade de Winden.

No primeiro domingo de julho, meu juntei com meus amigos do Canal Alemanizando na procura pelos quatro murais de Dark que existem por Berlim. Como foram eles que me informaram desses murais, vou considerar que foram eles que me guiaram pela cidade. De qualquer forma, abaixo você pode ver o trabalho dos quatros artistas que ganharam o concurso e tiveram o prazer de ter sua arte pelas ruas de Berlim, em um formato gigante.

O primeiro mural de Dark em Berlim que eu visitei foi em Prenzlauer Berg, em uma das avenidas que liga o norte da cidade com o centro. Foi lá que eu me deparei com o trabalho de Gokul Gautham que, parece, ter usado de uma referência uma das pinturas mais clássicas da Capela Cistina. Mas, em seu mural, temos as mãos de Jonas e Adam se aproximando perto do que me parece ser uma versão simplificada da caverna.
O primeiro mural de Dark em Berlim que eu visitei foi em Prenzlauer Berg, em uma das avenidas que liga o norte da cidade com o centro. Foi lá que eu me deparei com o trabalho de Gokul Gautham que, parece, ter usado de uma referência uma das pinturas mais clássicas da Capela Cistina. Mas, em seu mural, temos as mãos de Jonas e Adam se aproximando perto do que me parece ser uma versão simplificada da caverna.
O primeiro mural de Dark em Berlim que eu visitei foi em Prenzlauer Berg, em uma das avenidas que liga o norte da cidade com o centro. Foi lá que eu me deparei com o trabalho de Gokul Gautham que, parece, ter usado de uma referência uma das pinturas mais clássicas da Capela Cistina. Mas, em seu mural, temos as mãos de Jonas e Adam se aproximando perto do que me parece ser uma versão simplificada da caverna.

O segundo mural que fui ver fica do lado da famosa East Side Gallery e foi feito por Dale Lendl Romero. A imagem aqui mostra uma Martha dividida no meio, uma clara analogia a separação de mundos que acontece no final da segunda temporada. Visualmente falando, esse é um dos meus trabalhos favoritos já que a linha de ilustração é bem legal, as cores ficaram ótimas e eu usaria uma camiseta com esse desenho sem muitos problemas.
O segundo mural que fui ver fica do lado da famosa East Side Gallery e foi feito por Dale Lendl Romero. A imagem aqui mostra uma Martha dividida no meio, uma clara analogia a separação de mundos que acontece no final da segunda temporada. Visualmente falando, esse é um dos meus trabalhos favoritos já que a linha de ilustração é bem legal, as cores ficaram ótimas e eu usaria uma camiseta com esse desenho sem muitos problemas.

O segundo mural que fui ver fica do lado da famosa East Side Gallery e foi feito por Dale Lendl Romero. A imagem aqui mostra uma Martha dividida no meio, uma clara analogia a separação de mundos que acontece no final da segunda temporada. Visualmente falando, esse é um dos meus trabalhos favoritos já que a linha de ilustração é bem legal, as cores ficaram ótimas e eu usaria uma camiseta com esse desenho sem muitos problemas.

O segundo mural que fui ver fica do lado da famosa East Side Gallery e foi feito por Dale Lendl Romero. A imagem aqui mostra uma Martha dividida no meio, uma clara analogia a separação de mundos que acontece no final da segunda temporada. Visualmente falando, esse é um dos meus trabalhos favoritos já que a linha de ilustração é bem legal, as cores ficaram ótimas e eu usaria uma camiseta com esse desenho sem muitos problemas.

O terceiro mural de Dark em Berlim que visitei nesse domingo fica no coração de Kreuzberg, na lateral de um dos prédios próximos de Kottbusser Tor. Esse mural recebeu o nome de Sic Mundus Creatus Est e usa de vários elementos da série de forma ilustrada com uma sofisticação visual que eu não esperava ver em um mural.

O mais interessante aqui é que esse é o trabalho de um brasileiro chamado Amaury Filho. Carioca, designer e ilustrador que mora em Curitiba há quase 15 anos e trabalha com o mercado publicitário na capital paranaense. Além de ter feito o meu mural de Dark favorito.
O terceiro mural de Dark em Berlim que visitei nesse domingo fica no coração de Kreuzberg, na lateral de um dos prédios próximos de Kottbusser Tor. Esse mural recebeu o nome de Sic Mundus Creatus Est e usa de vários elementos da série de forma ilustrada com uma sofisticação visual que eu não esperava ver em um mural. O mais interessante aqui é que esse é o trabalho de um brasileiro chamado Amaury Filho. Carioca, designer e ilustrador que mora em Curitiba há quase 15 anos e trabalha com o mercado publicitário na capital paranaense. Além de ter feito o meu mural de Dark favorito.

O terceiro mural de Dark em Berlim que visitei nesse domingo fica no coração de Kreuzberg, na lateral de um dos prédios próximos de Kottbusser Tor. Esse mural recebeu o nome de Sic Mundus Creatus Est e usa de vários elementos da série de forma ilustrada com uma sofisticação visual que eu não esperava ver em um mural. O mais interessante aqui é que esse é o trabalho de um brasileiro chamado Amaury Filho. Carioca, designer e ilustrador que mora em Curitiba há quase 15 anos e trabalha com o mercado publicitário na capital paranaense. Além de ter feito o meu mural de Dark favorito.

O terceiro mural de Dark em Berlim que visitei nesse domingo fica no coração de Kreuzberg, na lateral de um dos prédios próximos de Kottbusser Tor. Esse mural recebeu o nome de Sic Mundus Creatus Est e usa de vários elementos da série de forma ilustrada com uma sofisticação visual que eu não esperava ver em um mural. O mais interessante aqui é que esse é o trabalho de um brasileiro chamado Amaury Filho. Carioca, designer e ilustrador que mora em Curitiba há quase 15 anos e trabalha com o mercado publicitário na capital paranaense. Além de ter feito o meu mural de Dark favorito.

O quarto e último mural de Dark em Berlim é, coincidentemente, a poucos quarteirões de onde eu moro. Esse mural é a criação do egípcio Ahmed Gamal e tem uma estética mais digital, algo que foi bem interessante de ver no tamanho de um mural. Outro ponto interessante aqui é que esse mural de Dark mostra um Jonas com um visual bem apocalíptico e a locação do mural é do lado de um posto de gasolina abandonado, algo que acabou adicionando uma camada climática em tudo.
O quarto e último mural de Dark em Berlim é, coincidentemente, a poucos quarteirões de onde eu moro. Esse mural é a criação do egípcio Ahmed Gamal e tem uma estética mais digital, algo que foi bem interessante de ver no tamanho de um mural. Outro ponto interessante aqui é que esse mural de Dark mostra um Jonas com um visual bem apocalíptico e a locação do mural é do lado de um posto de gasolina abandonado, algo que acabou adicionando uma camada climática em tudo.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Ahmed Gamal (@jimmyarts2009) on

Não sei por quanto tempo essa coleção de murais de Dark vai estar pelas paredes de Berlim. Espero que dure um belo tempo já que eu imagino que seria interessante para muitos fãs da série ver esses murais pela cidade e viajar não anda sendo das coisas mais simples e prudentes de fazer nesses últimos meses.

Se você é fã da série e gostaria de saber mais sobre algumas locações de Dark, escrevi um longo artigo sobre as locações que encontrei ao redor de Berlim. Incluindo ai a caverna de Winden, a escola, a igreja e a ponte onde a ação da série começa. Para saber mais sobre o concurso que levou esses murais de Dark para as ruas de Berlim, você precisa clicar no link abaixo.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Fotostrasse: Travel Photo Blog (@fotostrasse) on

Visitando os Murais de Dark por Berlim

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , , , , , , , , ,