Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.
Pristina.org // Publicidade // Pigalle Basketball e a NIKElab em todas suas cores

Pigalle Basketball e a NIKElab em todas suas cores

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido que você pode ver nas imagens logo abaixo.

A nova Pigalle Basketball vem com um visual que é feito de gradientes de roxo que se misturam com detalhes que me lembram o pôr do sol. É com esse visual único que pessoas podem jogar basquete e fico imaginando o quão surreal essa experiência pode ser.

Mas não fique imaginando que esse trabalho todo foi feito em vão. Tudo aqui foi feito para o lançamento da nova coleção da Pigalle, em colaboração com o NIKElab. Por isso mesmo que a quadra foi pintada nessas cores que me lembram muito a estética do basquete norte americano nos anos noventa. O que deixa, pelo menos para mim, uma mistura de nostalgia com surrealismo já que esse não é o visual que estou acostumado a ver em quadras de basquete. Surrealismo por isso e nostalgia devido a todas as cores e gradientes que me lembram uma época de ouro do esporte com Michael Jordan, Magic Johnson, Larry Bird e muitos outros.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Perdida entre edifícios em Paris, você pode encontrar uma quadra de basquete que é conhecida como Pigalle Basketball Court ou algo similar mas em francês. Lá, o basquete se mistura com a arte e é tudo responsabilidade de Stéphane Ashpool que se juntou a Pigalle, a agência Ill-Studio e ao pessoal da Nike e criaram o visual ultra colorido.

Depois de dar uma olhada em todas as imagens acima, fiquei com uma vontade de declarar meu amor eterno a equipe que acabou pintando todos esses gradientes. Não me soa como um trabalho fácil e o resultado ficou fenomenal. Além disso, grande destaque para a beleza que ficou o piso dessa quadra de basquete.

Já publiquei algo sobre essa quadra de basquete aqui antes, quando ela havia recebido outras cores para comemorar o lançamento de outra coleção de roupas. Para saber ainda mais sobre o que aconteceu com a Pigalle Basketball no designboom e, abaixo, na página do projeto no Behance de Ludwig Favre.

Pigalle Basketball e a NIKElab em todas suas cores

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.