Skip to content
Pristina.org // retratos // Page 3

retratos

Quando Nuria Riaza estava crescendo, sua família parecia não se importar com o que ela assistia na televisão. Foi assim que ela acabou tendo uma dieta de Spice Girls, X-Files e Xuxa Park. Foi assim que ela descobriu seu amor por desenhos e, assim pegou uma caneta esferográfica do tipo das BICs e começou a desenhar com aquela tinta azul. Hoje em dia, esse é um dos elementos mais característicos de seu portfólio.

As Ilustrações de Nuria Riaza feitas com Canetas Esferográficas

Quando Nuria Riaza estava crescendo, sua família parecia não se importar com o que ela assistia na televisão. Foi assim que ela acabou tendo uma dieta de Spice Girls, X-Files e Xuxa Park. Foi assim que ela descobriu seu amor por desenhos e, assim pegou uma caneta esferográfica do tipo das BICs e começou a desenhar com aquela tinta azul. Hoje em dia, esse é um dos elementos mais característicos de seu portfólio.
Read More »As Ilustrações de Nuria Riaza feitas com Canetas Esferográficas

Não é todo mundo que tem a capacidade financeira de viajar para fora do país quando quiser e bem entender. Então, quando uma viagem para o exterior aparece nos planos da gente, queremos aproveitar tudo que for possível. É isso que o fotógrafo Oleg Tolstoy resolveu explorar em sua série fotografia chamada de The Tourist Trap. Lá ele documenta a energia frenética dos turistas modernos na sua busca por memórias que durem para sempre.

Como é o turismo em uma era de Mídias Digitais na fotografia de Oleg Tolstoy

Não é todo mundo que tem a capacidade financeira de viajar para fora do país quando quiser e bem entender. Então, quando uma viagem para o exterior aparece nos planos da gente, queremos aproveitar tudo que for possível. É isso que o fotógrafo Oleg Tolstoy resolveu explorar em sua série fotografia chamada de The Tourist Trap. Lá ele documenta a energia frenética dos turistas modernos na sua busca por memórias que durem para sempre.

Read More »Como é o turismo em uma era de Mídias Digitais na fotografia de Oleg Tolstoy

O fotógrafo Léo Berne transformou uma modelo asiática em uma pessoa completamente diferente, usando apenas de uma versão moderna da tradicional maquiagem de corpse paint famosa no black metal. Dessa forma, ele criou uma série de retratos pelas ruas de uma cidade onde uma mulher parece ter said dos pesadelos de alguém. Dando um visual surreal e fantasmagórico para situações reais e do dia a dia de muitas pessoas.

Léo Berne leva o Black Metal para as ruas em sua fotografia

O fotógrafo Léo Berne transformou uma modelo asiática em uma pessoa completamente diferente, usando apenas de uma versão moderna da tradicional maquiagem de corpse paint famosa no black metal. Dessa forma, ele criou uma série de retratos pelas ruas de uma cidade onde uma mulher parece ter saido dos pesadelos de alguém. Dando um visual surreal e fantasmagórico para situações reais e do dia a dia de muitas pessoas.

Read More »Léo Berne leva o Black Metal para as ruas em sua fotografia

Conheci o trabalha do nigeriano Iké Udé através de sua série de retratos Sartorial Anarchy, que pode ser traduzido como Anarquia Sartorial. Nesse projeto, ele fotografa diversas pessoas vestidas em roupas e fantasias originadas de diferentes lugares do mundo e de linhas de tempo diferentes. Dessa forma, a forma com a qual vemos a história acaba sendo distorcida e acredito que é isso mesmo que ele quer fazer com a nossa visão de colonialismo e da história.

Iké Udé: Anarquia Sartorial e Muita Fotografia

Conheci o trabalha do nigeriano Iké Udé através de sua série de retratos Sartorial Anarchy, que pode ser traduzido como Anarquia Sartorial. Nesse projeto, ele fotografa diversas pessoas vestidas em roupas e fantasias originadas de diferentes lugares do mundo e de linhas de tempo diferentes. Dessa forma, a forma com a qual vemos a história acaba sendo distorcida e acredito que é isso mesmo que ele quer fazer com a nossa visão de colonialismo e da história.

Read More »Iké Udé: Anarquia Sartorial e Muita Fotografia

Fotografia é o meio que ele consegue se mover com melhor fluência e consegue se expressar da melhor forma. Seu trabalho de fotografia é marcado pelo uso de elementos provocativos, eróticos e uns tons de surrealidade, solidificados pela força que Florian Joahn tem pelos detalhes. Além disso, o fotógrafo se esforça muito para criar imagens originais. Tudo isso porque ele acredita que, no mundo em que vivemos hoje, o número de imagens criadas no mundo é enorme e mais uma centena de fotografias feitas sem atenção e sem esforço não vão adicionar nada a esse mundo.

Entre o Surreal e o Erótico com Florian Joahn

Florian Joahn é um fotógrafo de moda que cresceu em uma remota cidade industrial na costa da Alemanha Oriental. Entre seus anos trabalhando como designer gráfico, mudando para Gana para ser professor de crianças surdas, ele arrumou tempo para passar cinco anos estudando belas artes em Amsterdam. Foi lá que ele aprendeu o quanto que ele gosta de fotografia de moda e começou sua carreira nessa área.

Read More »Entre o Surreal e o Erótico com Florian Joahn