Marylou Faure mudou para Londres já três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.
Pristina.org // Ilustração // Marylou Faure: Ilustrações Vibrantes direto de Londres

Marylou Faure: Ilustrações Vibrantes direto de Londres

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Parece que, há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Desde então, Marylou Faure anda produzindo ilustrações voltadas para personagens, cheias de cores e que eu adorei ver. O trabalho dela é desses que você fica observando e que conseguem tirar todo traço de mal humor que você tinha. Sabe o que estou querendo dizer? Para esse ano, a ilustradora pretende explorar mais projetos digitais e, também, anda trabalhando num livro para crianças que ela espera que fique pronto nos próximos meses. Sei que vou ter que publicar esse futuro trabalho aqui.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Bonjour, I’m an french illustrator living in lovely London. I have a masters degree in art direction from ESAG Penninghen and I’m working as a freelance illustrator.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Marylou Faure mudou para Londres há três anos, isso ocorreu depois de ter passado seus anos de estudo em Paris, onde aprendeu sobre tipografia, design gráfico e ilustração na Penninghen. Há seis meses, ela abandonou seu estágio e resolveu focar no seu trabalho de ilustradora freelancer. E, pela qualidade do trabalho que ela tem no seu portfólio, fico pensando no que fez ela demorar tanto tempo para fazer isso.

Se você gostou das ilustrações dela, e eu sei que você gostou, aproveite para passar na loja online dela e compre algumas coisas. Além disso, dá para acompanhar o trabalho dela no instagram, no behance e no twitter. Além do portfólio dela, logo abaixo.

Marylou Faure: Ilustrações Vibrantes direto de Londres

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.