Pristina.org - Everything Design since 2005

Como se tornar um Diretor de Arte? EditorialFelipe Tofani on 27/09/2012

Você quer trabalhar como Diretor de Arte e não sabe por onde começar? Esse post aqui é para você.

Então você quer trabalhar como Diretor de Arte? Meus parabéns! Direção de Arte é uma ótima profissão com uma história rica e cheia de surpresas e recompensas. Você vai amar todos os dias de trabalho e sua vida será repleta de glórias, prêmios e tudo aquilo que você mais quer.




Ok, grande parte do que eu mencionei acima é mentira. Sim, a vida é essa e trabalhar como Diretor de Arte não é isso tudo que falam para você. É um trabalho extremamente interessante mas não tem muito desse glamour que falam por ai e, muitas vezes, pode não ser tão criativo assim. É a dura verdade. É melhor aprender isso lendo esse texto do que chegar no mercado com uma expectativa fora do comum.

Como se tornar um Diretor de Arte?

Como se tornar um Diretor de Arte?

Para se tornar um Diretor de Arte, você precisa saber quais são as tendências artísticas e quais são os estilos de design em voga. E você faz isso para entender como melhor usá-los e não para copiar descaradamente. Você precisa entender as técnicas, os softwares, as tecnologias e os materiais.

Você precisa saber definir necessidades, diferenciar demandas e saber bem suas referências. Você precisa saber que desenhar um layout para um flyer de uma festa, como eu fiz durante vários anos, não é a mesma coisa que desenhar um site de jogos.

Você precisa entender sua escolha de fontes, precisa saber diferenciá-las e o melhor usa da tipografia. Precisa aprender a escrever a defesa de seus trabalhos, os motivos pelos quais você fez tudo daquele jeito. Precisa aprender a defender suas ideias e apresentá-las para um cliente. A vida parece fácil mas ser diretor de arte é mais complicado do que falaram para você.

Uma coisa que ajuda um pouco a entender o que é um Diretor de Arte e o que ele faz é saber um pouco da história do cargo. A função do diretor de arte vem do modelo tradicional das agências de Publicidade. Algo que, você pode ver muito bem em Mad Men, a melhor série da atualidade. Essa função começou voltada para a execução das ideias do redator. Aqui a hierarquia era clara: o redator vinha com as idéias e o diretor de arte produzia essas ideias. Mas o mundo não é mais assim tem tempo e a função de diretor de arte pode significar muita coisa para muita gente. Mas, como esse é um post contando minhas ideias e experiências, eu posso falar o que eu quiser. Então gostaria de quebrar alguns mitos.

Improve your design skills

Arte e design não são tudo que importa para um Diretor de Arte. Muitas vezes o layout mais bonito é o menos funcional e exatamente o oposto do que o cliente precisa. Uma coisa que pouca gente entende é que a função de um diretor de arte é atender a necessidade de um cliente em comunicar alguma coisa. Fazer isso acontecer envolve muito mais do que um layout bonitinho.

A excentricidade que te vendem por ai não é aquilo que eu vejo no mercado. Não são todos que se vestem como fashionistas e nem todos tem todas aquelas tatuagens que você gostaria de ter. Inclusive, já passei por situações estranhas devido às tatuagens que tenho. Mas isso é assunto para outro post.

Para se tornar um Diretor de Arte de sucesso, você não pode esquecer que seu trabalho é vender e promover seu cliente, produto ou serviço. Simples assim. Seu trabalho não é criar o design mais bonito do mundo. Isso é o que um artista faz, seu trabalho é outro. E não se esqueça do que o termo diretor significa. Você precisa guiar as pessoas da sua equipe, instruí-las, motiva-las e entender como conseguir extrair o melhor delas.

Mas, como aprender isso tudo? Eu poderia dizer que nenhuma escola vai te ensinar isso tudo e que você deveria aprender tudo no dia a dia da profissão mas eu estaria mentindo. Muito do que eu sei hoje eu aprendi no trabalho mas minha base veio de uma universidade. Lembro que, na época que estava estudando, achava que aquilo não teria quase nenhuma utilidade prática. E, em alguns pontos isso é verdade, mas muito do que eu aprendi naquela época, eu uso hoje, quase que diariamente. E não preciso nem dizer que vale a pena pegar alguns cursos de curta duração e se manter atualizado lendo blogs como esse daqui.


Você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , ,