Nunca tinha ouvido falar de Ashgabat, a estranha capital do Turcomenistão, mas agora estou louco para visitar essa cidade no meio da Ásia Central. E preciso colocar a culpa dessa minha súbita vontade de viajar no varlamov.ru que fez uma ótima série de artigos sobre a cidade e, cujas fotos, vão aparecer logo abaixo.
Pristina.org // Fotografia // Ashgabat: A Cidade mais Estranha do Mundo

Ashgabat: A Cidade mais Estranha do Mundo

Nunca tinha ouvido falar de Ashgabat, a estranha capital do Turcomenistão, mas agora estou louco para visitar essa cidade no meio da Ásia Central. E preciso colocar a culpa dessa minha súbita vontade de viajar no varlamov.ru que fez uma ótima série de artigos sobre a cidade e, cujas fotos, vão aparecer logo abaixo.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Mas, como é que isso aconteceu? Para explicar isso, precisamos voltar no tempo, direto para 1948. Foi nesse ano que um terremoto destruiu a cidade, matando mais de 100,000 pessoas e a cidade acabou sendo reconstruída em um estilo soviético. Quando o Turcomenistão se tornou independente em 1991, o país passou a ser governado por Turkmenbashi, um ditador tão excêntrico que ele mudou seu nome para algo que pode ser traduzido como o Líder dos Turcos. Depois que ele chegou ao poder, ele passou a construir a cidade que ele considerava que fosse representar uma nova era de ouro do Turcomenistão. O resultado dessa nova fase de obras foi a área nova de Ashgabat, repleta de palácios dourados e monumentos cobertos de neon.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Já a parte antiga da cidade, um dos loucos locais que sobreviveu ao terremoto de 1948, parece uma Ashgabat normal. Uma cidade com um visual pós soviético onde pessoas andam pelas ruas e fazem compras nas lojas que estão por lá. Uma pena que, parece que, esses prédios vão acabar sendo demolidos para continuar a construção da Ashgabat de mármore branco.

Uma das primeiras coisas que você vai perceber nas primeiras fotos nesse post é a falta de pessoas nas ruas. É, nas ruas dessa cidade coberta de mármore branco, pessoas praticamente não existem. Você pode ver prédios enormes, cobertos de mármore e de neon, parques, fontes e tudo mais que você pode ver na capital de uma país. Você só não vai encontrar pessoas. E isso acontece por que Ashgabat é dividida entre cidade nova e cidade velha. Uma delas é feita para as pessoas e a outra não.

Já a parte antiga da cidade, um dos loucos locais que sobreviveu ao terremoto de 1948, parece uma Ashgabat normal. Uma cidade com um visual pós soviético onde pessoas andam pelas ruas e fazem compras nas lojas que estão por lá. Uma pena que, parece que, esses prédios vão acabar sendo demolidos para continuar a construção da Ashgabat de mármore branco.

Já a parte antiga da cidade, um dos loucos locais que sobreviveu ao terremoto de 1948, parece uma Ashgabat normal. Uma cidade com um visual pós soviético onde pessoas andam pelas ruas e fazem compras nas lojas que estão por lá. Uma pena que, parece que, esses prédios vão acabar sendo demolidos para continuar a construção da Ashgabat de mármore branco.

Já a parte antiga da cidade, um dos loucos locais que sobreviveu ao terremoto de 1948, parece uma Ashgabat normal. Uma cidade com um visual pós soviético onde pessoas andam pelas ruas e fazem compras nas lojas que estão por lá. Uma pena que, parece que, esses prédios vão acabar sendo demolidos para continuar a construção da Ashgabat de mármore branco.

Já a parte antiga da cidade, um dos loucos locais que sobreviveu ao terremoto de 1948, parece uma Ashgabat normal. Uma cidade com um visual pós soviético onde pessoas andam pelas ruas e fazem compras nas lojas que estão por lá. Uma pena que, parece que, esses prédios vão acabar sendo demolidos para continuar a construção da Ashgabat de mármore branco.

Ashgabat é uma cidade cujo visual me lembra uma estranha mistura de Las Vegas e Pyongyang e é fácil entender o porquê dessa analogia quando se vê as fotos aqui. Não tenho ideia se, um dia, serei capaz de visitar essa cidade isolada no meio da Ásia Central mas as fotos aqui vão ficar na minha cabeça por um belo tempo.

Nunca tinha ouvido falar de Ashgabat, a estranha capital do Turcomenistão, mas agora estou louco para visitar essa cidade no meio da Ásia Central. E preciso colocar a culpa dessa minha súbita vontade de viajar no varlamov.ru que fez uma ótima série de artigos sobre a cidade e, cujas fotos, vão aparecer logo abaixo.

Se você quer aprender mais sobre Ashgabat, leia o que varlamov.ru escreveu sobre as proibições que existem no Turcomenistão, o culto de personalidade e sobre Awaza e Turkmenbashi.

Ashgabat: A Cidade mais Estranha do Mundo

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.