Pristina.org - Everything Design since 2005

Placas para o Futuro: Como Lily Godspeed quer celebrar os heróis anônimos do dia a dia Street ArtFelipe Tofani on 05/10/2017

Uma série de adesivos que homenageia os heróis do dia a dia e suas histórias anônimas
As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

Para Lily Godspeed o mundo está repleto de boas histórias e elas acontecem todos os dias. O problema é que, na maioria das vezes, essas histórias não chegam a uma audiência grande. Foi esse um dos problemas que ela tentou resolver com seus adesivos, uma série de placas comemorativas nada oficiais.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

O que eu gostei de ver nessas novas placas comemorativas é como elas mostram o outro lado das cidades. Uma mistura de lendas urbanas com histórias engraçadas que vivem dentro de bolhas que não visitamos sempre. É isso que você vai encontrar nos adesivos de Lily Godspeed. Ela usa de histórias estranhas, peculiares, mas sempre divertidas. Como quando um grupo de amigos descobriu que haviam terminado relacionamentos no mesmo parque. Ou sobre como elogiar roupas dos outros pode ser meio estranho.

Lily Godspeed colou vários adesivos pelas ruas da Filadélfia mas muitos deles já devem ter ido para o lixo. O bom é que eles vivem online para sempre e podem ser vistos no instagram que a artista fez para essa série de adesivos e, também, no site que explica todo o projeto.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

As ruas da Filadélfia estão sendo cobertas pela arte de Lily Godspeed que resolveu usar de placas comemorativas de um jeito não muito tradicional. Afinal, placas comemorativas custam caro, são feitas de metal e estão lá para celebrar os acontecimentos e a história de pessoas importantes, que ficaram no passado mas que cuja importância reflete no nosso dia a dia. O que a artista quer fazer aqui é o oposto disso. Ela quer celebrar o dia a dia, aqueles momentos que vivem nas nossas memórias mas que não são nada relevantes. Por isso que ela resolveu usar de adesivos e foi para as ruas americanas celebrar todos aqueles heróis anônimos.

Dá para aprender mais sobre esse projeto no 99% Invisible que foi onde eu encontrei esse trabalho inicialmente.

Placas para o Futuro: Como Lily Godspeed quer celebrar os heróis anônimos do dia a dia

Se você gostou do que viu aqui, você deveria seguir o blog no twitter, acompanhar nosso tumblr ou seguir a revista digital do Pristina.org no Flipboard. Além disso, ainda temos nossa newsletter quase semanal.

Comentários

Powered by Facebook Comments

Tagged: , , , , , , , , , ,